Qual é o primeiro pensamento que vem à sua cabeça ao se candidatar a uma vaga de emprego que exige inglês fluente? Apesar de frequente, sabemos que essa situação ainda causa muitas dúvidas. E não é só no âmbito profissional que essa dificuldade se manifesta. Quem nunca tentou assistir a filmes e séries estrangeiras sem legenda e não conseguiu? E se virar em viagens internacionais, quando até a comunicação mais básica vira perrengue?

Isso acontece porque geralmente as pessoas não sabem qual é o seu nível de fluência, ainda que tenham feito cursos ou aulas particulares em algum momento da vida. E é justamente a falta desse conhecimento que leva muita gente a duas práticas comuns, porém perigosas: a omissão ou a supervalorização dos idiomas nos currículos.

A verdade é que, por trás do “inglês fluente”, muitos não conseguem sequer responder duas ou três perguntas com segurança e fluidez durante uma entrevista, o que, além de pegar mal, pode significar a perda de uma grande oportunidade de trabalho, sabia?

Para que você não passe por esse constrangimento, confira os principais níveis de fluência na língua inglesa e como reconhecê-los:

Básico

Você sabe que está no nível básico quando conhece algumas frases e expressões em inglês, mas sente dificuldade à medida que o outro avança na conversa. De repente, o vocabulário fica mais complexo, o sotaque mais difícil de assimilar e você simplesmente não sabe como responder.

Intermediário

No intermediário, esse cenário muda um pouco. A pessoa é capaz de entender o que é dito, expressar suas ideias e manter conversas sobre temas específicos. Geralmente o vocabulário é mais rico, e a pessoa faz uso de advérbios e outras estruturas que trazem mais força à comunicação.

Avançado

Já no avançado, o principal indício é quando não há muito esforço para se expressar e nem para entender o que o outro diz. Qualquer pessoa compreende a mensagem que está sendo transmitida com clareza.

Fluente

Você percebe que alcançou a fluência quando conversar, escrever e ler sobre qualquer tema ou assunto não é mais sinônimo de dificuldade, ocorrendo da forma mais natural possível.

E como alcançar a fluência?

Com tanta gente exigindo alto nível de inglês, você deve estar se perguntando sobre o que fazer para chegar lá. A resposta é simples: escolher a metodologia mais eficaz e praticar muito!

Mas, antes disso, é preciso saber em qual classificação você se encaixa para subir de nível aos poucos. Se você nunca estudou inglês ou fez um curso há algum tempo e parou, saiba que existem algumas ferramentas para avaliar seu nível atual.

No CCAA, por exemplo, é possível fazer um teste de nivelamento online, no qual você avalia seus conhecimentos de forma gratuita, simples e rápida. O melhor de tudo é que dá para medir seus conhecimentos pelo computador, tablet ou smartphone, o que você preferir, em qualquer lugar com acesso à internet. E nem precisa se preocupar com interrupções. Dá para pausar a prova a qualquer momento e continuar depois.

O teste é baseado em conteúdos aplicados nas salas de aula do CCAA, onde o ensino é transmitido de um jeito leve, divertido e com muito estímulo à conversação! Depois de realizar a avaliação, você saberá exatamente em qual nível se classifica: básico, intermediário, avançado ou fluente.

E se meu inglês não for bom?

Calma que nem tudo está perdido! O CCAA disponibiliza cursos para todas as idades e níveis de conhecimento. Lembre-se de que o segredo está na prática e, claro, na metodologia, aliada ao aprendizado leve e prazeroso. Esse é o segredo para aprender de verdade, sem esquecer.

Teste o nível do seu inglês com o CCAA e venha praticar com a gente!