Vá além do idioma.
Amplie seus horizontes com o CCAA.

Ao estudar inglês, você expande seus horizontes, entra em contato com diferentes culturas, se aprofunda na língua inglesa e seu desempenho no uso do idioma chega a outro nível, seguindo padrões estabelecidos no Common European Framework of Reference for Languages - Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas.

CEFR

CEFR é a sigla para Common European Framework of Reference for Languages - Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas - que estabelece parâmetros internacionais de aprendizagem, ensino e avaliação.

O CEFR, desenvolvido pelo Council of Europe, é utilizado no mundo todo para descrever as habilidades e nivelar o grau de conhecimento de um aluno na língua que ele está estudando.

De acordo com o CEFR, há três tipos de falante: básico, independente e proficiente, que se subdividem nos níveis A1, A2, B1, B2, C1 e C2.

Acompanhe a seguir o crescimento do desempenho no idioma.

O nível A1 equivale a 90-100h de estudo

O aluno que completa este nível iniciante passa a se comunicar de forma básica, e é necessário que o interlocutor fale de forma pausada para ser compreendido. O aluno, então, compreende e usa expressões simples que visam satisfazer necessidades elementares, sendo capaz de:

  • Agradecer e responder a um agradecimento;

  • Apresentar e cumprimentar pessoas;

  • Dar informações sobre pessoas e coisas;

  • Descrever objetos;

  • Usar números ordinais;

  • Perguntar e dizer as horas;

  • Dialogar sobre acomodações;

  • Comentar a respeito de idade, altura e peso;

  • Conversar sobre comidas e bebidas;

  • Falar sobre horários e eventos rotineiros;

  • Discorrer sobre possessões;

  • Mencionar quantidades;

  • Fazer pedidos em um restaurante;

  • Oferecer e solicitar ajuda;

  • Pedir desculpas;

  • Requisitar e dar informações sobre lugares.

O nível A2 equivale a 180-200h de estudo

Ao terminar este nível básico, o aluno consegue entender textos simples e curtos, e usar expressões relacionadas a seu cotidiano, estando preparado para:

  • Dar endereços;

  • Pedir e dar direções;

  • Especificar e falar sobre datas e eventos;

  • Falar sobre viagens;

  • Fazer e aceitar pedidos;

  • Oferecer, aceitar e recusar comida;

  • Pedir algo para beber;

  • Pedir e dar explicações;

  • Fazer compras;

  • Trocar uma compra;

  • Descrever coisas;

  • Descrever qualidades;

  • Descrever uma pessoa;

  • Fornecer informações pessoais e sobre a família;

  • Perguntar e falar sobre interesses e planos;

  • Falar sobre a saúde pessoal.

O nível B1 equivale a 350-400h de estudo

O aluno que finaliza este nível intermediário é capaz de compreender e descrever experiências e eventos, bem como justificar opiniões. Ainda consegue lidar com situações habituais de viagens, e entender pontos principais de textos com linguagem clara. Assim, encontra-se apto a:

  • Dar conselhos, avisos ou opiniões;

  • Explicar a razão de uma atitude;

  • Expressar desejos, ceticismo ou dúvidas;

  • Verbalizar satisfação, frustração e solidariedade;

  • Explicitar o desejo de conhecer algo;

  • Expor opiniões sobre hábitos;

  • Discorrer sobre lugares, clima e estilos de vida;

  • Mencionar possibilidades e planos futuros;

  • Comentar sobre preferências e vontades;

  • Planejar mudança ou viagem;

  • Falar sobre reserva de hotel e moeda local;

  • Discursar sobre emoções, sentimentos e atitudes;

  • Discutir sobre opções do menu de um restaurante e fazer pedidos;

  • Narrar eventos.

O nível B2 equivale a 500-600h de estudo

Ao concluir este nível equivalente ao de um falante independente, o aluno já se comunica com certo grau de espontaneidade e fluência com falantes nativos, expressando e explicando o próprio ponto de vista. Também entende a ideia principal de textos complexos, incluindo questões técnicas na sua área de especialidade. Além de estar apto a acompanhar discursos e palestras, tendo condições de fazer um intercâmbio nos Estados Unidos, por exemplo. Logo, mostra-se habilitado a:

  • Falar ao telefone;

  • Discorrer sobre empregos;

  • Fazer sugestões;

  • Ler e entender artigos de revistas e jornais;

  • Anotar e deixar uma mensagem;

  • Expressar surpresa;

  • Discursar sobre diferenças;

  • Defender opiniões;

  • Informar sobre um problema;

  • Dar explicações e instruções;

  • Compreender documentários e comerciais.

O nível C1 equivale a 700-800h de estudo

O aluno que alcança este nível de proficiência avançada passa a se expressar com espontaneidade e fluência, usando o idioma de forma natural e eficaz nos meios social, acadêmico e profissional. Pode, inclusive, cursar um mestrado nos Estados Unidos, por exemplo. Assim, encontra-se capacitado a:

  • Participar de seminários, palestras e workshops;

  • Fazer apresentações em inglês;

  • Ler e compreender textos e artigos de jornais e revistas, discutindo os principais aspectos;

  • Produzir textos claros, coesos e bem estruturados.

O nível C2 equivale a 1000-2000h de estudo

Ao concluir este nível de domínio completo, o aluno é capaz de se comunicar sem esforço, com as mesmas habilidades de um falante nativo. Desta forma, compreende tudo o que ouve e lê, estando apto a resumir e a reconstruir a informação e os argumentos vindos de várias fontes, e ainda apresentá-los com coerência. Além de conseguir se expressar de maneira espontânea, precisa e fluente, tendo competência para perceber pequenas variações de significado em situações complexas.

Comparação CEFR X CCAA

Ao correlacionar o CEFR (A1-A2-B1-B2-C1) com os nossos níveis (1 a 11) dos cursos Teen e Adult, o CCAA proporciona a possibilidade de você acompanhar a evolução de seus estudos, seguindo padrões reconhecidos no mundo inteiro.

Níveis CEFR Níveis CCAA
A1 1, 2 e 3 Elementar
A2 3, 4 e 5 Elementar e Intermediário
B1 6, 7, 8 e 9 Intermediário e Avançado
B2 9 e 10 Avançado e Avançado-Superior
C1 10 e 11 Avançado-Superior
C2 Para alunos não nativos com vivência no exterior.