Dicas para escolher o melhor curso de idiomas

Confira 6 ótimas dicas para escolher o melhor curso de inglês ou espanhol.

Aprender inglês, espanhol ou outro idioma é algo sério, logo, a seriedade e a dedicação deverão partir de você. Conheça, ao lado, as dicas do CCAA para escolha de um
ótimo curso de idiomas.

Dica 01

O curso precisa ensinar o que promete, dentro do prazo estabelecido.

Não vale prometer algo inviável. Por isso, cuidado com cursos que prometem que você falará o novo idioma em pouco tempo. Todos nós gostaríamos que fosse assim, que rapidamente fôssemos capazes de dominar outra língua. A propaganda pode até prometer, mas, na vida real, isso não acontece.

Órgãos competentes em ensino de idiomas na Europa, e que são reconhecidos também pelos EUA, indicam, em geral, de dois anos e meio a três para que o nível intermediário seja atendido. Já para adquirir fluência, usando o idioma de forma natural e eficaz no dia-a-dia social, acadêmico e profissional, o aluno requer o dobro do tempo de modo a internalizar e automatizar as estruturas linguísticas.

Início

Dica 02

O curso tem de oferecer um método que desenvolva as quatro habilidades: ouvir, falar, ler e escrever.

Para aprender um idioma de forma simples, gradativa e natural, é importante dominar a audição, a fala, a leitura e a escrita. A metodologia de ensino deve reproduzir o processo de construção do conhecimento, como ocorre na língua materna.

Assim, primeiro, o aluno precisa escutar (ouvir e entender). Depois, por repetição, de maneira idêntica à aprendizagem na língua materna, ele começa a falar. Em seguida, passa a ler. E, por fim, a escrever. Então, com tempo e muita dedicação, conquista a tão sonhada fluência.

Início

Dica 03

O curso necessita avaliar corretamente o aluno para colocá-lo na turma certa.

Caso não possua conhecimento algum do idioma que pretende estudar, o aluno deve iniciar pelo nível básico. Do contrário, o indicado é realizar um teste de nivelamento de modo a ser enquadrado numa turma de acordo com seu nível. Um enquadramento mal feito pode colocar um aluno em uma turma muito avançada ou em uma turma de nível muito abaixo do seu conhecimento da língua.

No primeiro caso, o aluno, em geral, não consegue acompanhar os mais experientes e acaba desestimulado e desiste. No segundo caso, o aluno, que sabe mais que os outros, é forçado a seguir o ritmo da turma, mas como ele já conhece tudo que está sendo ensinado, também se desestimula e tende a querer abandonar o curso.

É importante motivar sempre e jamais inibir o aluno para evitar ruídos no aprendizado. Compartilhando competências similares com a turma, o aluno é estimulado a buscar a proficiência.

Início

Dica 04

O curso precisa dispor de professores atualizados em relação ao idioma e à metodologia adotada.

Uma língua evolui sempre. Logo, os professores necessitam se atualizar com frequência. É fundamental que a instituição ofereça cursos de capacitação e de aperfeiçoamento à equipe docente.

Também é importante conhecer a formação acadêmica desses profissionais: se prestaram exames de proficiência, se viveram em algum país do idioma que lecionam, além do tempo de experiência no ensino de idiomas.

Início

Dica 05

O curso necessita apresentar material didático de qualidade.

O material didático é essencial ao aprendizado do idioma. Logo, deve conter o vocabulário atual, exemplos reais de uso das estruturas gramaticais e, claro, refletir o método utilizado.

É importante que livros de texto, de exercícios, de prática de compreensão auditiva, CDs interativos e aplicativos mobile sejam integrados, permitindo ao aluno praticar em casa tudo o que aprendeu na sala de aula.

Início

Dica 06

O curso tem de proporcionar a possibilidade de experimentação antes da efetivação da matrícula.

A forma ideal de conhecer detalhes da infraestrutura e da metodologia é assistindo a uma aula demonstrativa. Só assim o interessado é capaz de avaliar bem o método de ensino, o material didático e a dinâmica do professor antes de qualquer decisão.

É essencial saber tudo sobre o que o curso consegue oferecer de modo a decidir com segurança antes de fazer a matrícula para estudar o novo idioma.

Início